Simples, assim ( Simple, just like this)

foto> Net search

 
Eu sou aquele tipo de mulher que acorda cedo, faz café. Esquento pão com manteiga até ficar crocante. Tomo uma caneca de café com um tiquinho de açúcar. E leio  todos os jornais  de papel pagos e os de graça, se tiver. Digo bom dia para Deus e a Ele faço umas confissões só minhas. Brinco com minha cachorrinha e digo eu te amo para quem eu amo. Desejo feliz aniversário, felizes dias, melhoras, saudade... Respondo a quem merece minha consideração. E finjo que não vejo gente que gosta de se mostrar,  mesmo que seja em entrelinhas e recadinhos indiretos. Tenho respeito pelas pessoas. Depois fico pensativa por muitas horas, porque arrumo a casa, faço almoço, lavo roupas.  Não passo porque é fora de moda usar roupas que seja necessário gastar energia – as duas, a elétrica e a minha. Quando fico pensativa demais, não gosto. Trago recordações que não me fizeram bem, ansiedade vai a alto grau, saudade de meus tempos de menina, dá vontade de mudar de planeta. Estou vivenciando uma fase de desamor pelo meu país. Amava este lugar de toda magia, alegria... Agora ando com medo, olho para todos os lados, me desespero no transito... Ainda gosto das pessoas, mas de algumas eu estou me distanciando, cada vez mais. Descobrir falsidades faz um buraco nos sentimentos. Rio demais das brincadeiras do meu amor, adoro ler noticias boas, vídeos que me acrescentem um sorriso. Amo fotografia, plantas e animais. Viagens são bem vindas, porque eu aprendo muito... Não sou muito mais vaidosa do que eu era quando jovem, porque sou "simples, assim". Adoraria escrever um livro que todos lessem e não que fosse para as estantes, gavetas, lixo, como muitos fazem... Queria poder falar tudo que sinto, sem precisar ser comedida. Gosto de ser o que sou.
 
Mas hoje estou pensativa... E quando estou assim, eu sei que vou acrescentar muito à minha mente todos os filtros, de todas as cores e tamanhos.
 
Tarde solitária de dezembro,2014
Sunny L
 
Imagem Net 
 
I am a woman who wakes up early, make coffee. Warm  the bread with butter until crisp. I take a coffee mug with a tiny bit of sugar. And I read two  newspapers. I say good morning to God and to Him I make my confessions. I play with my dog and say I love you to the ones I love. Wish happy birthday, happy days, well, nostalgia ... I answer to those who deserve my consideration. And pretend I do not see people who like to show off, even if it is in lines and indirect fuzzies. I have respect for people. After I get thoughtful for many hours, because clean the house, do lunch, wash clothes. I do not do ironing because it is out of fashion wear clothes that we need to spend energy - both the electric and mine. When I get too thoughtful...  I bring memories that did me good, anxiety will the high degree, miss my girl times, makes you want to change the planet. I am experiencing a phase of disaffection for my country. Loved this place of all magic, joy ... Now walk with fear, look at all sides, I despair in traffic ... I still like people, but some I'm distancing myself more and more. Discover falsehoods makes a hole in my feelings. Rio too the games of my love, I love reading good news, videos that add me a smile. Love photography, plants and animals. Travel are welcome, because I learn a lot ... I'm much more proud than when I was young, because I am "simply so". I'd love to write a book all to read and not that it is for the shelves, drawers, trash, as many do ... I wish I could talk all I feel, without having to be restrained. I like what I am.
But today I am thoughtful ... And when I'm like, I know I'll add a lot to my mind all the filters, of all colors and sizes.
Lonely late December, 2014
Sunny L