Dividir o que é seu!

Esta eu tenho que registrar. Depois que demos adeus ao nosso querido Armando, uma chuva fria e fina caía sobre Santa Teresa. Jim e eu fomos na casa da minha irmã para dar-lhe mais um abraço. Olhos vermelhos, sem rumo, nossa, quanta dor naquele olhar. Em cima da mesa havia um pão de casa quentinho enviado pela amiga e vizinha. Olhei para a faquinha de manteiga e falei... - Eu não tenho uma faquinha de manteiga. Preciso comprar uma. - Ela levantou-se e foi até a sua gavetinha de talheres, retirou duas faquinhas lindas e deu uma para o Jim e uma para mim. - Existem pessoas que sabem partilhar, mesmo na dor. Seja uma delas... Boa sexta.

Sunny L