Já fui embora





Já fui embora
®Sunny

Vivenciar o que é invisível é presente divino,
De sonhos guardados em lugares abrigados,
Com aromas de janeiros quentes e solitários
Percorro recantos estranhos em passeios
Da mente, da vida esperada, dos sorrisos.
As vozes que nunca ouvi - não as conheço
Tudo que deixei pra trás (já fui embora...)
Não levei lenços brancos para acenar-te.

Tentei, mas nem deu tempo de me despedir de ti
De tanto que insisti em ficar contigo.






Terça-feira de 21 de fevereiro de 2012 - No seu aniversário.
Tag by OdeteRonchiBaltazar