Desejos



Desejos


Voltaria meu tempo se soubesse como,
começaria tudo como nas estações,
um outono para cada pensamento,
uma noite para a solidão do inverno.

Deixaria crescer minha sede no verão,
até que na primavera voltasse pra ficar,
depois da porta existe amor,
como em seu corpo depois dos olhos, a alma.

Tenho o ano inteiro para sonhar,
não consigo mudar a eternidade, nem o não,
amar é mais ou menos um querer sem aviso,
como quem parte, quando volta, entra sem bater.

Encontre-me no meio do sentimento,
venha qualquer que seja o dia, chame-me que vou,
toda estrada tem uma metade,
nossos corpos sozinhos são apenas pedaços.

Pare o tempo, deixe-se governar pelo desejo,
não sonho se não tenho chance de conseguir,
tudo fica possível se tem razão de ser,
a paixão passou, somos agora amor azul.

Estou certo em meu projeto de céu,
pensei em todo colorido, azul e você,
como se nada misturasse as outras cores,
como o amor não se mistura a nenhum outro.

Amor de verdade mistura tudo : é multicor...



sexta de fevereiro, sol brilhando, quando o pensamento se mistura em vontades.
Ilustração: Caminho para Santa Teresa -ES