Vitrines





Vitrines

Vi o reflexo de doce mulher
Em vitrine de loja qualquer
A sombra ergueu os braços
Em sua direção e a mulher,
no mesmo gesto,deu-se um
Leve e terno abraço…

Assustada, virou-se e voltou…
Olhou de novo o reflexo…
A sombra sorriu-lhe, docilmente.
E a mulher, no mesmo gesto,
Espontânea e curiosa, sorriu,
Serenamente!
O reflexo, esperto e prudente,
Então mostrou sua face de extrema visão,
poder e calor, generosa,de calma beleza.

E a mulher no mesmo gesto,
Também viu seu oposto acolhedor…






Um poema para reflexão de amor a si mesmo - Boa sexta!
Ilustração Wordpress