Sonhos que ainda tenho (brincando de ser Pessoa)





Sonhos que ainda tenho
(brincando de ser Pessoa)



Não são muitos os meus sonhos...
Algum dia alguém venha me buscar
Para mostrar-me a Via Láctea,
A rua por onde passo seja pra sempre bela
E traga-me muito boas lembranças,
Eu corra pela vida e se ainda fizer poemas,
Sejam somente os que falem de amor,
Eu possa afagar o meu par, se um dia vier,
E que ele possa retribuir-me,ao raiar do dia.

Nada mais busque com ansiedade:
Que sejam dos pássaros os ninhos...


(Depois de ler Fernando Pessoa, (Alberto Caeiro)
O Guardador de Rebanhos, 1914)

Imagem by Sunny