Se tu me amas





Se tu me amas

Se me queres, enfim, tem de ser bem devagarinho, Amada, que a vida é breve, e o amor mais breve ainda... (Mário Quintana)




Traga-me um raio de luz para ser meu abrigo
E junto, uma boa lembrança sua.
Diga-me palavras com gosto de doce afago
Procure uma lua e mostre-me as flores.
Cubra-me com seus beijos os meus olhos!
Se me quer, não queira ferir o meu jeito
De frescor, leveza e de rendas brancas.
Não me faça juras, nada me prometa,
Durma feliz no meio de minha alma,
Caminhando leve, como pés de algodão,
Entregue-se inteiro, em braços de amante.
Quando tiver a vida pronta, tenha certeza
Que na sua morou uma pintora de amores.




Domingo nublado de janeiro, 2012