Se, eternamente






O mundo é feito de sonhos e alguns deles não têm preço. O homem é o único ser que pode mostrar a beleza do Amor em forma de palavras. (Sunny Lóra)


Se, eternamente


Pudesse eu desenhar cada curva dos corpos,
Colocar as verdadeiras cores de cada um,
Com pequenos movimentos como pincel
Deslizando no quadro mágico do artista,
Dar vida aos olhos, face inteira, dedos,
Desenhando cada um, com traçados meus...

Se eu pudesse ver tudo, de nova maneira
Criar uma nova forma de amor num jardim,
Se eu pudesse inventar novas palavras,
Desdobrar todas as montanhas e vales,
Enxergar mais claramente, não fazer pausas...

Se eu pudesse, ninguém dormiria na chuva
O amor seria a torrente cachoeira em fios
Completa realização, verdadeira, incondicional,
Colocado no álbum de vida de cada um,
Com pequenos movimentos como pincel
Deslizando no quadro mágico do artista...


Domingo de final de janeiro, 2012