Real






Verdadeiro espelho


A nossa real imagem
Não são os olhos bonitos
Envoltos em maquiagem
Nem o que possuímos
De bens materiais,
Efêmeros, evaporantes...
Não são as grandes mansões
As tantas roupas de griffe
Afogadas em absoluto engano
De vaidade e egoismo,
Um carrossel a rodar...
O que importa, de verdade
São as rugas evidentes
Da vida transparente
Que escolhemos mostrar.


Segunda-feira, dia de recomeçar.

Imagem DGPhotos