O amor na Terceira Idade (*)



(*) Carlos Boechat Machado Filho é psicólogo, escritor, sexólogo e escreve para a Revista AG, de "A Gazeta" - Vale a pena ler e refletir sobre a crônica do Dr.Boechat. (http://www.carlosboechat.com.br)



22 01 12 - O amor na terceira idade
Carlos Boechat Machado Filho

Ao ser questionado sobre a dificuldade da mulher sozinha encontrar um companheiro, o Dr.Boechat respondeu brilhantemente, cujo texto tenho a honra de partilhar abaixo.


Acredito que seja verdade. Dou palestras em grupos de terceira idade em varias cidades do nosso Estado e percebo uma maioria de mulheres participando e geralmente 2 a 3 homens nesses grupos. Perguntei o por quê desse fenômeno e elas explicaram que eles estão em casa, ou doentes, morreram ou ficam nos jogos de bocha, baralho etc. Achei coerente essas ponderações. Mas como minha amada mãe sempre diz que sou linguarudo levanto outras considerações.É fato que os homens envelhecem e morrem mais cedo que as mulheres, geralmente de 5 a 8 anos, por falta de cuidado pessoal, médico e por ser afoito a riscos desnecessários.

É fato que temos dificuldades em falar sobre emoções e ficar no meio de 20 ou mais mulheres que falam o tempo todo, que brincam com nossa intimidade de uma maneira tão solta que nos constrange profundamente e queremos correr disso tudo.

É fato que somos construídos sócio-historicamente para sermos os donos do mundo, fortes, ativos sexualmente e que as relações entre homem e mulher devem ter o sexo como ponto de união entre as partes e que por estarmos com taxas menores de testosterona, sentimos pouca libido, e o medo de perda eretiva ou ausência da mesma nos coloca em situação de retração e fuga desses grupos.

(Chamá-las para dançar ou conversar.....e.... se ela se interessar por algo mais íntimo e eu não conseguir... meu nome estará na boca de todas..sendo assim prefiro ir jogar bocha com meus amigos e lá poder contar vantagens e ser campeão em alguma coisa!).

É difícil para as mulheres entenderem essa questão. Elas sempre falam que isso não importa e que querem um companheiro e não um penetrador até porque elas também estão com baixos hormônios e sem estimulo à cama. Mas queridas senhoras, os homens não pensam assim. Têm dificuldades em entender como funciona amizade entre sexos diferentes, amedrontam-se na possibilidade de suas masculinidades viris serem questionadas ou postas a prova preferindo a solidão e morte prematura a esses riscos.

Penso que algum trabalho deveria ser feito com os homens da terceira idade para trazê-los as reuniões, bailes, viagens. A troca de experiências, mudanças nas rotinas, risos e afetividades melhoram a imunidade e a saúde em geral. Sugiro aos coordenadores que façam reuniões exclusivas para os homens, peçam ajuda à Maçonaria ou fraternidades masculinas eles têm experiência de séculos em aglutinas homens e aos poucos inserirem as mulheres formando um grande grupo.Com temas atrativos, jogos e palestras de interesses restritos aos homens dessa faixa etária.

Outro aspecto importante para as mulheres saberem é que o homem quando deixa de trabalhar e de sentir-se produtivo perde o gosto pela vida. Passou todo o seu tempo trabalhando e sendo importante por esse trabalho e pelo seu produto. Filhos não precisam mais dele, a esposa está tão adequada e fusionada a ele que parecem um só. Assim, a vida , a rotina vai tomando conta e engolindo esse homem que, via de regra, espera a morte. Feliz dele se tem amigos para jogar bocha ou outra atividade cultural ou financeira, mas isso é para poucos. Com a aposentadoria que mal dá para os remédios, os sonhos desvaneceram, viajar ou símbolos de status ficaram para trás, não restando mais sonhos a conquistar ele se apaga lentamente.

Contrariamente, vemos mulheres nesses grupos cheias de vida, disposição, trabalhando para a sociedade, contando piadas, fazendo exercícios para a memória, fazendo pequenas viagens, indo a baile enfim transformando a velhice em uma melhor idade. Vivem a despeito das dores, das "ites", e seguem em frente sonhando...sonhando... em encontrar um novo amor ou um melhor amor antes de morrer. Essa é grande diferença entre os gêneros. O sonho!
Por isso leitoras, não desistam de sonhar e de buscar pois somente vocês serão capazes de fazer a inversão da historia da Bela Adormecida e acordar do sono de morte os homens inseguros da vida.


Quinta de sol e reflexão.