Querendo, tudo posso!




Querendo, tudo posso!
Sunny Lóra


Usar fruteira no meu banheiro
Para guardar meus sais e perfumes,
Ligar ventilador a mil rotações
Em noites de muito frio
Só pra não ouvir barulho lá de fora...
Plantar ervas de tipos diversos
Num espaço de centímetros,
Uma ao lado da outra
E fazê-las crescidas e cheirosas.
Misturar cristais verdadeiros
Em copos de vidro de várias cores,
Ter velas amarelas, brancas, azuis
Espalhadas pela casa inteira,
Gravar três vezes o mesmo cd
Sem lembrar-me do que já tinha feito,
Mandar flores pra quem eu amo,
Abraçar de longe e de pertinho,
Cantar ao telefone, gritar de saudade...
Rezar com fervor e sonhar com amor,
Inventar uma receita de arroz e frango
Com creme de leite misturado,
Dar beijos com gosto de chocolate,
Tomar cerveja com gelo em taça,
Receber o sol na minha cama,
Brigar com aquele guarda antipático
Que não me deixa falar ao celular,
Levar mimos para os doentes
E dar-lhes balinhas,
Escondido das enfermeiras,
Ficar na fila do SUS por horas
E nem doer meus pés...
Virar mulher de mil amores,
Ou mudar para adolescente,
Atravessar todas as pontes,
Acordar de madrugada, só pra pensar
O quanto ainda posso fazer...

Bom dia! Hora de mudar mais um pouco.