Acreditar





Acreditar

Ainda que o tempo tente enganar-me,
Eu espero, eu creio.

Ainda que só eu esteja, que brisas frias
Insistentes, no meu coração permaneçam,
Eu espero, eu creio.

Ainda que chova, sempre e o Sol não venha,
E flores não cresçam em todos os lugares,
Eu espero, eu creio.

Ainda que meus laços sejam soltos, na vida,
E mesmo fracos permaneçam,
Eu espero, eu creio...



Manhã de sol de onze de onze de dois mil e onze