Um dia de Musa




Sou bonita e poetisa, escrevo mais ou menos bem
Mas Musa, que é bom, não sou (de ninguém...)
Chego sempre atrasada! Quando gosto de alguém
Entram sempre antes de mim, fico triste e acanhada...
Faço poemas de amor, brinco de sol e de lua
Conto meus pensamentos, frases bem elaboradas
Nem assim adianta! Pra mim não sobra nada...
Acho que vou mudar os assuntos, os temas!
Já sei! Vou virar contista, cronista, redatora,
Vou poetrixtar, sonetar, sensualizar!
Mas como não tem jeito, acho que vou parar...


No dia da Poesia, 20 de outubro de 2011
Momento de bom humor na poesia.