Mesuras à Alegria e à Tristeza


 

Havia uma alegria aqui, agarrada.

Do outro lado, a tristeza espreitava
Para onde me levava a emoção
Daqueles momentos nela deslizados
(os esquecidos inclusos no pacote).

Havia uma alegria imensa aqui
Quando de nada sabia de outro tempo
Que chegaria, vencendo o sorriso
Abundante, inocente, feliz, aberto..

Havia uma tristeza aqui, sem cor
Querendo entender o contraditório
Fazendo força para amanhecer
Porque sonhar era de melhor domínio.

Havia uma alegria aqui, iluminada
Havia uma tristeza aqui, fraca, precária...

Aqui há a esperança de ter alegria
De novo, refletida em todos os olhares
À espera de um amanhecer de uma cor
Invisível para qualquer tristeza.
 

Sábado de outubro 8, 2011