À Flor da Pele



Escuta, menina,
Não há diferença, todos sabem:
És uma borboleta renascendo.
Inventa uma nova dança, então!
Usa agora cristais coloridos!
(copos de vidro são feios...)
Pensa melhor e sorria pra ti.

Estás indo embora?
Volta, menina... recomeça!
Vou caminhar contigo...
Escuta o vento, escuta...
É tudo teu: o vento, a lua,
As estações e tudo que amas.

Este frio que sentes é teu
É bom e perfeito, é tua pele... 
Logo virá a troca de pele nova,
Repleta de novas cores. Metamorfose!

Sábado de Sol de outubro.