Caixinha de Anjos



Um carrossel girando
Com três anjos alados
Ninam meu sono nos
meus sonhos brancos,
sabem quem eu sou,
todos os meus desejos,
sentem meu perfume,
ouvem o clamor calado
das minhas orações.

Meus anjos tocam-me
E dentro da alma eu rezo
Fazem-me sorrir na solidão
No raios das cinco da manhã,
Quando o rosto de sol
A mim se mostra, com força.

Domingo de Meu aniversário, Outubro 2011