Tudo que temos





Um cachorrinho,dois peixinhos,dois passarinhos,
Ramos verdes, muitas flores, quase todas brancas.
Um travesseiro macio, pão quentinho todo dia,
Almofadas para sentar, remédios que não faltam,
Capas para os dias de chuva, chapéus para o sol.
Vozes que ouvimos  do outro lado da linha,
- São apenas vozes, não podemos ver os donos.
Letras grande e pequenas- lemos em todos os lugares,
Dia do Amigo, Dia do Nem-tão-Amigo, Dia de Saudade
Noites especiais, pétalas espalhadas na cama, (sonhos)
Abraços apertados e outros de tamanduás.

Tudo que nos é possível ter é tudo que temos...

Manhã de setembro, quase primavera, 2011